Varejo continuará ?castigado’ em 2015

Por: Editor NV 88 views

Fecomercio analisou projeções e se mostrou pessimista em relação aos números do ano que vem

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo divulgou hoje (8) sua perspectiva para o varejo em 2015. Para a Fecomercio, os ajustes programados pelo Governo para a macroeconomia restringirão o crescimento do setor e farão com que 2015 seja semelhante a 2014 do ponto de vista dos resultados financeiros.

Tal conclusão, de acordo com a entidade, foi alcançada através da observação de um cenário mais retraído por conta do aumento da seletividade dos bancos na concessão de crédito e a cautela dos consumidores nas compras.

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), por exemplo, deve cair 19,1% em relação a 2013, influenciado principalmente pela aceleração da inflação, cuja estimativa é de que fique em 6% no ano. Na mesma toada, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) cairá 9,2% na comparação com o ano passado.

Outros fatores que influenciarão negativamente o varejo são a taxa Selic (+12%), a cotação do dólar (que continuará pressionada em R$ 2,60) e o PIB, cuja alta em 2014 não ultrapassará +0,5%.

Os empregos, ainda segundo a Fecomercio, devem ter aumento de apenas 0,7% em comparação ao ano anterior e os índices de intenção de compra das famílias e de intenção de financiamento apresentarão resultados ainda piores: -10,3% e -4,5%.

Leia mais:

Melhora nos estoques não anima Fecomercio

Busca do consumidor por crédito cai 6%

Atividade do comércio cresce 0,5% em novembro

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.