Saraiva reverte prejuízo e fica no azul no 1º tri

Por: Camila Mendonça 714 views

A marca saiu do negativo registrado nos primeiros três meses de 2015 para um lucro pequeno, de R$ 300 mil

A Saraiva conseguiu reverter o prejuízo de R$ 9 milhões registrados no primeiro trimestre do ano passado para um lucro de R$ 300 mil nos primeiros três meses deste ano, segundo informou a varejista.

Na comparação com o quarto trimestre do ano passado, porém, a varejista teve forte queda, de 99,9% no lucro, que foi de R$ 194,2 milhões no período. O e-commerce da marca se mantém forte e apresentou vendas líquidas 2,9% maiores na relação ano a ano. As vendas nas lojas subiram 0,5% na mesma base comparativa.

“O primeiro trimestre do ano, apesar da persistência de um cenário econômico recessivo e complexo, mostrou novamente a resiliência do nosso modelo de negócios e a força da marca Saraiva”, disse a empresa em relatório. “Cientes dos desafios que se impõem para um crescimento consistente e sustentável, continuamos focados em esforços contínuos de redução de despesas, melhorias de capital de giro e ganhos de margem bruta”, completou a companhia.

A empresa também cresceu em market share, que ficou em 28,7% em fevereiro. E segue com o plano de redução de custos, que ocasionou no fechamento da loja da marca no Shopping Iguatemi, em São Paulo. Em contrapartida, inaugurou uma loja em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, com arquitetura completamente repaginada.

“Além disso, temos desenvolvido estudos para investir em reformas e readequações do espaço e mix de categorias ofertadas em lojas estratégicas para o nosso resultado”, diz a empresa. Por conta disso, a loja do Shopping Jardim Sul (SP) está sendo reformada, com conclusão prevista em junho.

Outra mudança prevista pela marca é o reforço das operações de café dentro das lojas. Com o intuito de aumentar a rentabilidade da loja, a empresa quer aumentar o número dessas operações. Hoje são 38 e a previsão é aumentar esse número para 60 até o final do segundo semestre.

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.