Honest Company: uma companhia honesta para o mundo

Por: Jacques Meir 532 views

CEO da Honest Company, empresa da atriz Jessica Alba, conta sobre o propósito da marca no Shoptalk, em Las Vegas

Jacques Meir
Jacques Meir

Las Vegas (EUA) – Brian Lee é co-fundador e da CEO Honest Company. Sua sócia é, nada menos, que a atriz Jessica Alba. Juntos, criaram uma empresa que rapidamente se tornou um ícone de recompensa e engajamento social: The Honest Company.

Essa história, com sua moral e valores, foi apresentada no Shoptalk em uma conversa entre Brian Lee e David Bell, autor e professor da Universidade de Wharton.

A Honest Company nasceu quatro anos atrás, a partir de uma ideia de Jessica Alba e sua experiência de maternidade. Ela comprava produtos orgânicos, ia ao Whole Foods atrás de alimentos saudáveis, procurava fraldas de sétima geração. Por que não criar uma empresa voltada para a maternidade saudável? Ou seja, uma loja, um e-commerce, com produtos orgânicos, limpos, éticos, rigorosamente seguros e que permitam às mães do século XXI que trabalham fora e têm pouco tempo, suprir seu tempo com as crianças com produtos naturais, honestos, que trabalhem a emoção da maternidade?

O nome partiu da filha de Jessica, corruptela de Honor, ou “honrada”. Então, o princípio central da companhia foi ajudar famílias com bebês a criar um ambiente saudável para famílias. Hoje são cerca de 100 linhas de produtos que espontaneamente conseguiram espaço nas lojas. Redes varejistas simplesmente foram atrás da Honest para venderem seus produtos nas lojas físicas.

Primeiramente foram as pequenas butiques ao redor de Santa Monica que pediram os produtos. Logo, a gigante Costco pediu um shampoo da Honest Company, mas em tamanho-família. “Nesse momento eu e Jessica pensamos que não somos uma empresa de e-commerce. Não importa como as pessoas comprem, mas sim que estejamos nas casas delas.”

Saber ouvir
Uma das grandes virtudes da Honest Company, segundo Brian Lee, é como ouvem os consumidores. Segundo o executivo, “gostamos deles como mães gostam dos bebês. Nós realmente falamos com as mães de hoje. E as mães de hoje são diferentes. Elas se acham todas legais.”

A conversa com o Brian enveredou por outros fatores de sucesso. Como construir uma marca icônica? Brian sempre teve a obsessão de construir uma marca que tivesse mais significados e relevância. “Quando vi o comercial de Lance Armstrong, para a Nike, antes de seu escândalo, o ‘live strong’, nossa! Eu quis comprar bicicletas da Nike!! Claro, a Nike não vende bikes. Uma marca icônica é isso, faz você querer comprar até orquestra ela não vende. É esse é o objetivo da Honest.”

E quais os desafios da jovem empresa? “Antes de crescer mais, precisamos de experts, o desafio é a escala. E para atingir a escala, é necessário construir processos, mas os processos não podem inibir a inovação. Processos são importantes, mas não podem matar a inovação.”

A mensagem final de Brian Lee arrancou aplausos da plateia pela simplicidade e humildade. “Eu penso em mim como pessoa comum. Eu sou uma pessoa da média, não me considero um executivo.”

Uma mensagem excelente para levarmos adiante.

*Jacques Meir é Diretor de Conhecimento e Plataformas de Conteúdo do Grupo Padrão

Acompanhe a cobertura do Shoptalk no Portal NOVAREJO, com as hashtags #shoptalk16 e #nvnoshoptalk, e fique por dentro sobre o que existe de mais inovador no mundo!

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.