São Paulo aquece vendas no comércio eletrônico

Por: Marcelo Brandão 170 views

Na capital paulista, o setor atingiu R$ 6,4 bilhões de faturamento em 2016, o melhor desempenho entre 16 regiões paulistas

capital_ecommerce

Segundo os dados da Pesquisa Conjuntural do Comércio Eletrônico FecomercioSP/Ebit (PCCE), realizada pela FecomercioSP, em parceria com a Ebit, a Capital paulista foi impulsionadora nas vendas do e-commerce no ano de 2016.

A Pesquisa traça as comparações entre o faturamento mensal do e-commerce e das lojas físicas no Estado, segmentado em 16 regiões. Segundo os dados, o faturamento da cidade de São Paulo atingiu R$ 6,4 bilhões em 2016.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!

Entre as dezesseis regiões analisadas pela pesquisa, apenas três registraram aumento das vendas: Capital (8,4%), região do ABCD (5,8%) e Osasco (2,2%).

Os piores desempenhos foram observados nas regiões de Marília (-23,3%), Presidente Prudente (-18,9%) e Litoral (-17,4%).

Retração X Recuperação

Para a assessoria econômica da FecomercioSP, o comércio eletrônico, como um todo, sentiu mais ao longo de 2016 os efeitos da restrição de renda para compra. A causa, na visão da entidade, foi aumento nos preços, taxas de juros e desemprego.

Apesar disso, a entidade aponta que a confiança de empresários e consumidores cresceram no início deste ano.

Também teve maior estabilidade nos preços dos produtos básicos e uma redução nas taxas de juros, que deve se perpetuar ao longo do ano e impulsionar ainda mais o setor.

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.