Qual é a música ideal que faz o consumidor comprar?

Por: Laura Navajas 5.899 views

O som correto pode fazer toda a diferença para o engajamento do consumidor. Confira a segunda matéria do Especial Consumo e Emoção. Confira

cred: Shutterstock

Sua loja tem música? Deveria, porque os consumidores aprovam. Segundo o estudo “Comprando com emoção”, da britânica Retail Week Reports, em parceria com a agência Mood Media, 79,2% dos consumidores afirmaram gostar de ouvir música enquanto fazem suas compras. A constatação faz parte do relatório das duas empresas, que ouviram 2 mil consumidores britânicos para entender o que eles esperam das lojas físicas.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!

Aparentemente, as músicas podem influenciar os consumidores de tal maneira que até aspectos negativos ficam mais leves. Por exemplo, a espera em uma fila de pagamento: 77,5% dos consumidores concordam com a afirmação de que música torna esse momento menos chato.

E não é só o som. Lojas com uma atmosfera agradável, em geral, com cuidado com o visual e até mesmo o cheiro do ambiente, encorajam os consumidores a ficarem mais tempo por lá, além de recomendarem a amigos e familiares. A mudança do ambiente da loja é, portanto, necessária.

Solta o som

“O consumidor mudou, a experiência de compra também. Então, por que devemos achar que as lojas devem permanecer as mesmas? É nelas que o consumidor tem a prova se vai receber mesmo aquilo que a marca promete. O espaço da loja se tornou um espaço privilegiado de mídia”, explica Valentina Candeloro, diretora internacional de marketing da Mood Media.

Assim, muita coisa se resume a um objetivo: fazer com o que consumidor tire os olhos da tela (que está sempre com ele, em suas mãos), trazendo-o para as lojas. Nesse sentido, experiências sensoriais são fundamentais. Aliás, para a maioria dos consumidores, o que os atrai às lojas físicas é justamente a habilidade de tocar, sentir e experimentar o produto.

Ou seja: garantir que as lojas sejam realmente bem pensadas é essencial. Trazer o fator emocional de volta às compras será essencial para 2017. Confira alguns números do estudo no infográfico:

Arte: Fernanda Pelinzon / Grupo Padrão
Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.