Com e-commerce, lucro da Saraiva cresce 5,6% no primeiro trimestre

Por: Camila Mendonça 2.527 views

Companhia conseguiu crescer no período principalmente com o aumento das vendas do e-commerce. Veja a performance da empresa

cred: Divulgação

A Livraria Saraiva reportou um crescimento de 5,6% no lucro líquido no primeiro trimestre deste ano. O desempenho da companhia deve-se, principalmente, ao aumento das vendas no e-commerce, cuja receita líquida chegou a 11,6% no período.

“O bom desempenho nas vendas do e-commerce é resultado das ações desenvolvidas para melhoria da experiência do usuário e reflete o crescimento observado nas principais categorias de produtos”, disse a empresa em relatório. Com isso, o canal atingiu 35,7% das vendas totais da companhia.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!

No sentido contrário, porém, a companhia registrou queda nas vendas das lojas físicas, de 5,7%, considerando a receita líquida. Em mesmas lojas – aquelas abertas há mais de 12 meses – o recuo foi maior, em 6,3%. O número de lojas no período ficou estável, em 110 operações, considerando o número registrado no primeiro trimestre de 2016.

Projeto de transformação

“Iniciamos o ano de 2017 focados na continuidade de nosso plano de transformação, apoiado em três pilares: execução das iniciativas existentes para aumento da eficiência operacional; geração contínua de novas iniciativas de geração de valor; e consolidação da transformação com a redefinição do propósito da Marca e o desenho da nova Cultura organizacional”, disse a companhia em relatório.

No primeiro trimestre, a Saraiva seguiu com o projeto de melhorar a saúde do estoque em cada loja e aperfeiçoar os algoritmos de reabastecimento. “Após a realização de pilotos em 2016, atingimos o número de 26 lojas com o projeto ativo, e temos previsão de expansão para toda a rede ao longo de 2017. Ainda na gestão de sortimento, continuamos com outros projetos em desenvolvimento, em especial a ampliação da categoria bomboniere, que está presente em 62 lojas e o redesenho da categoria de acessórios e aventura e lazer, com readequação da exposição, experimentação e sortimento”, disse a empresa em relatório.

Na estratégia de oferta de serviços, a Saraiva segue com a ampliação da quantidade de lojas que oferecem o serviço de café. A companhia também estuda para ampliar os serviços de Troca Inteligente (buyback), programa em que o cliente pode oferecer o seu aparelho antigo como forma de pagamento ao comprar um novo produto, presente hoje em 81 lojas.

Estratégia multicanal

O crescimento do e-commerce da companhia caminha alinhado a estratégia multicanal. “Tem contribuído para o crescimento nas vendas do nosso E-commerce a estratégia de implementar serviços de curadoria para recomendação de produtos e os novos modelos de exposição que favorecem uma experiência com aumento de conversão, venda adicional e maior interação digital”, disse a empresa.

No primeiro trimestre, a Saraiva reforçou o serviço de click & collect, em que o cliente compra no e-commerce para retirar em uma das lojas da rede. O serviço já representa 14,9% de todos os pedidos feitos no canal, contra os 11,4% registrados no primeiro trimestre do ano passado.

Além disso, também cresce o serviço “Saraiva Entrega”, disponível nas lojas e integrado ao e-commerce, que permite a venda de produtos não disponíveis nas lojas para entrega onde for mais conveniente ao cliente.

Despesas

A companhia também ganhou com a redução de despesas operacionais. Pelo quinto trimestre consecutivo, a Saraiva tem queda nessas despesas. No trimestre, o recuo foi de 7,4%.

De acordo com a companhia, o comportamento das despesas “tem refletido os esforços na revisão de processos, renegociação de contratos e rigoroso controle de custos”.

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.