Os setores da economia que mais oferecem satisfação no trabalho

Por: Raphael Coraccini 239 views

Plataforma on-line reúne opiniões de profissionais de todo o mercado sobre os melhores setores para seguir carreira; veja a lista completa

Crédito: Shutterstock

A plataforma on-line Love Mondays reúne profissionais de todas as áreas que opinaram sobre a qualidade de vida que possuem, levando em conta a influência da satisfação no trabalho na vida pessoal. A Love Mondays avalia a cultura corporativa, os benefícios e as oportunidades de crescimento nas empresas. A plataforma quer saber se os profissionais indicariam ou não a profissão que escolheram seguir ou a empresa onde trabalham para seus amigos e parentes.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!

O Agronegócio é o setor que mais desperta sentimento positivo nos seus trabalhadores. Pouco mais de 88% dos profissionais da área recomendariam seu trabalho ou sua empresa para pessoas que gostam. Em seguida, Energia, Mineração e Saneamento, com 83,6% de satisfação. O terceiro lugar é ocupado pelo setor de Manufatura Industrial, com índice de 81,2% de satisfação.

Para chegar ao resultado, a plataforma reuniu respostas de coletadas 63.431 questionários entre 3 de novembro de 2016 e 3 de novembro de 2017. A pesquisa abarcou funcionários de 3.241 empresas.

Setores menos satisfatórios

Segundo a pesquisa, a média de recomendação dos setores é de 76,4%. Apensas um quarto dos profissionais mostram maior descontentamento que satisfação.

Entre os profissionais mais insatisfeitos e que menos recomendariam suas áreas de atuação para amigos e parentes estão os do setor de Serviços para Empresas. Nesta área, apenas 71,1% se dizem satisfeitos. A seguir estão os colaboradores do setor de Serviços ao Consumidor (71,4%), Logística e Transporte (73,4%), Varejo e Atacado (73,5%) e Mídia e Meios de Comunicação (73,6%).

Veja a lista completa.
1. Agronegócios: 88,1%
2. Energia, Mineração e Saneamento: 83,6%
3. Manufatura Industrial: 81,2%
4. Construção e Mercado Imobiliário: 79,9%
5. Automotivo: 79,9%
6. Serviços Financeiros: 79,5%
7. Bens de Consumo: 78,5%
8. Educação: 77,0%
9. Hotelaria, Hospitalidade e Entretenimento: 76,7%
10. Farmacêutica e Saúde: 76,4%
11. Tecnologia e Telecomunicações: 74,8%
12. Mídia e Meios de Comunicação: 73,6%
13. Varejo e Atacado: 73,5%
14. Logística e Transporte: 73,4%
15. Serviços ao Consumidor: 71,4%
16. Serviços para Empresas: 71,1%

 

Leia também

8 estratégias de gestão de pessoas para o varejo 

 

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.