Pedidos de falência e recuperação judicial caem quase 25%

Por: Raphael Coraccini 759 views

As maiores vítimas de falências e recuperações judiciais seguem sendo as pequenas e micro empresas, que somaram 777 pedidos ao longo de todo o ano

Crédito: Shutterstock

O número de pedidos de falência e recuperação judicial em novembro deste ano caiu 10,2% em relação ao mesmo mês de 2016 e registrou queda de 24,2% no acumulado do ano. Na comparação com outubro, a queda foi de 2,8%. Os números são do Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!

Foram requeridos, ao longo dos onze meses de 2017, 1302 pedidos de recuperações judiciais. No ano passado, de janeiro a novembro, o índice apontava 1718 empresas fechando portas. Em 2015, o número foi de 1137 no mesmo período.

Pedidos de falência e recuperação nas pequenas empresas

Os micro e pequenos empresários continuam sendo os que mais sofrem com concordatas no Brasil, somando, ao longo de novembro, 72 pedidos. As médias empresas representaram 20 pedidos, enquanto as grandes somaram 14.

Ao longo do ano, foram 777 pedidos de falência para os pequenos e micro, 311 para os médios e 194 para grandes.

A avaliação da Serasa Experian é a de que a redução notável de falências e recuperações judiciais ao longo do ano é resultado direto da consolidação da retomada do crescimento econômico em conjunto com a queda de juros e da inflação.

Além disso, a redução neste ano se dá depois de um 2016 bastante problemático para as empresas. O ano passado representou recorde histórico de falências e recuperações judiciais.

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.