Investimentos em tecnologia devem se concentrar em IA e localização

Por: Raphael Coraccini 7.827 views

Interesse pela internet das coisas está diminuindo enquanto tecnologias de localização e bancos de dados devem concentrar investimentos em tecnologia

Crédito: Shutterstock

Uma pesquisa encomendada pelo portal RIS News e desenvolvida pela consultoria IHL Group aponta que os investimentos em tecnologia para o varejo na América do Norte em 2018 devem se concentrar em novas soluções, ainda poucos usuais, como o marketing de localização e proximidade e Inteligência Artificial para captação e uso de dados.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora! 

Enquanto a internet das coisas perde força, com um aumento de 3,5% na intenção de investimentos, os gastos com novas soluções em Inteligência Artificial devem aumentar 7%. Mas a grande menina dos olhos do varejo no hemisfério norte tem sido mesmo o marketing relacionado à proximidade. As expectativas apontam 7,3% no aumento de investimentos nesse tipo de tecnologia.

Compras via omnichannel já são rotina para 79% dos brasileiros 

A tecnologia de proximidade é operada via bluetooth ou beacon e é capaz de localizar os consumidores nos arredores ou mesmo nos corredores das lojas físicas. Outra possibilidade do marketing de localização para além da loja física é identificar o tráfego dos consumidores à distância, via GPS, permitindo em especial aos e-commerces indicar produtos de acordo com a rotina das pessoas.

Marketing por vídeo também em alta

A proliferação de pessoas assistindo conteúdos em vídeo na internet deve ser enorme nos próximos anos, com uma migração cada vez maior dos espectadores da televisão para as plataformas on-line e junto com os consumidores vão as cotas de propaganda, que em alguns lugares do mundo já são maiores na internet que na TV.

Os vídeos já são a principal fonte de informação para o consumidor na internetOs vídeos já fazem parte da rotina de compra de 86% dos consumidores, batendo qualquer outro tipo de conteúdo vinculado na internet. Quatro de cada dez usuários do YouTube, plataforma de vídeo que pertence ao Google, usam o ambiente para procurar informações sobre produtos.

 

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.