https://getcollegeessay.com has been developing new ideas for complex tasks.

GPTW

SOBRE O ESTUDO GPTW NOVAREJO

Em uma iniciativa inédita, a revista NOVAREJO se uniu ao Great Place To Work (GPTW) para desenvolver o estudo Melhores Empresas para Trabalhar GPTW NOVAREJO. Com o intuito de identificar as empresas do setor de varejo que têm as melhores práticas em gestão de pessoas, o estudo torna-se referência para o mercado e dá origem a um ranking das companhias que investem mais e melhor no quadro de funcionários. Importante destacar que esta é a única lista do mundo feita pelo GPTW para mensurar o clima e investimentos em pessoas de redes varejistas.

O estudo é parte da missão da plataforma NOVAREJO de promover o desenvolvimento do varejo através de conhecimento e exemplos de melhores práticas propagadas por meio da revista NOVAREJO, Portal NOVAREJO e um extenso rol de eventos, como o BR Week, Ciclos de Encontros e Seminário de Investimentos.  Referência mundial em pesquisa e consultoria em gestão de talentos, o GPTW atua em 53 países no mundo e, no Brasil, realiza estudos e rankings desde 1997. A empresa já atendeu a mais de 7 mil empresas e seus estudos alcançaram mais de 12 milhões de funcionários no mundo.

A parceria é resultado da crença de NOVAREJO e do GPTW de que empresas que investem em pessoas são empresas melhores, perenes e mais sólidas. E que ajudam a desenvolver uma economia mais forte e uma sociedade melhor.

Para o estudo,
o GPTW avalia dimensões através
de três pesquisas:

1. Trust Index: pesquisa quantitativa com os funcionários da empresas para obtenção dos índices de confiança que medem o nível de satisfação dos colaboradores com relação á credibilidade, respeito e imparcialidade dos seus gestores; ao orgulho que sentem com relação aos seus trabalhos e às empresas para qual trabalham; e à presença do sentimento de camaradagem entre eles;

2. Avaliação de comentários: avaliação das respostas qualitativas feitas pelos funcionários. O que torna a sua empresa um excelente lugar para trabalhar e o que precisa ser melhorado;

3. Culture Audit: pesquisa preenchida pelas empresas, por meio da qual se obtêm dados quantitativos referentes a essas organizações; e também dados com as práticas realizadas na gestão de pessoas, organizadas de acordo com nove práticas culturais (contratar e receber, inspirar, falar, escutar, agradecer, desenvolver, cuidar, celebrar e compartilhar).

POR QUE FALAR SOBRE PESSOAS ?

Por muito tempo, o RH das empresas se limitou ao Departamento Pessoal, que apenas executava a parte burocrática das contratações, pagamentos e demissões. Com o aumento da complexidade dos negócios, e com a elevação dos custos com a rotatividade de funcionários e treinamentos constantes para atualizar um quadro que sempre mudava, as empresas começaram a perceber que o RH era mais que um departamento burocrático. Com a entrada da Geração Y no mercado de trabalho, essa visão sofreu uma evolução ainda mais intensa: era preciso oferecer mais do que salários. Não à toa, a Gestão de Pessoas tornou-se, então, tema constante no mundo corporativo e parte da estratégia das empresas. Agora, é preciso contratar melhor, reter e desenvolver as pessoas para que elas empurrem os negócios para frente.

No varejo, essa perspectiva é ainda mais recente, de cerca de uma década. As empresas do setor ainda enfrentam grandes desafios com a mão de obra, seja por conta de uma legislação que as amarra e impede que elas contratem de acordo com as sazonalidades características do setor, seja porque ainda prevalece no mercado a ideia de que varejo é primeiro emprego. Mas isso tem mudado. As empresas perceberam que elas deveriam promover as mudanças necessárias para atrair pessoas e retê-las por meio de uma política assertiva de desenvolvimento e construção de um clima que propicia a inovação.

Nessa nova era as pessoas se transformaram no principal ativo dos negócios. E o elemento humano tornou-se um diferencial competitivo. É conhecido que as empresas que investem em pessoas crescem mais e têm um nível de inovação acima da média. Mas para colocar isso em números: a primeira edição do estudo GPTW NOVAREJO 2014 mostrou que as empresas presentes na lista cresceram 14,6% e, 2013 em relação a 2012, enquanto o varejo nacional cresceu 4,3% no mesmo período. Dessa forma, falar sobre pessoas e investir nelas é garantir a perenidade dos negócios.

X [contact-form-7 404 "Not Found"]
X

Preencha Este Formulário

Nós queremos te conhecer melhor